Quem Somos

Em 1830, um padre chamado José Benedito Cotolengo fundou em Turin, na Itália, a instituição “La Piccola Casa”, em italiano, A Pequena Casa. Voltada para os cuidados médicos a pessoas de baixa renda,  a obra multiplicou-se pelas mãos de São Luis Orione, fundador da Pequena Obra da Divida Providência, que foi levada para diversos países, inclusive o Brasil. 
 
Foi daí que surgiram os Pequenos Cotolengos, instituição reconhecida e premiada pela excelência do trabalho prestado à pessoas com deficiência e que foram abandonados pelas famílias ou vivem em situação de pobreza extrema. 
 
Em Campo Grande, o Cotolengo Sul-Mato-Grossense atende crianças com paralisia cerebral grave vindas de famílias carentes. Atualmente, pouco mais de trinta meninos e meninas com idades até 22 anos recebem atendimentos específicos como fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, pedagogia, terapia ocupacional, psicologia, enfermagem, entre outros voltados para proporcionar conforto e qualidade de vida aos pequeninos. 
 
Na Capital de Mato Grosso do Sul, o Cotolengo está localizado na rua Jamil Basmage, 996, bairro Mata do Jacinto. Com a ajuda do voluntariado, eventos são realizados todos os meses no intuito de garantir fundos para a entidade, que se mantém unicamente de doações. 
 
Há diversos Pequenos Cotolengos no Brasil. Os religiosos orionitas não medem esforços para fazer dos Pequenos Cotolengos uma obra não só de caridade, mas principalmente evangelizadora.
 
São Luís Orione afirmava que o Pequeno Cotolengo é um grande púlpito de evangelização, um holofote e espalhar luz e luz de Deus para todos os lados.
 
Os Pequenos Cotolengos são, sem dúvida, a obra de caridade mais característica dos religiosos orionitas. É a marca registrada. Nos Pequenos Cotolengos o carisma orionita encontra sua máxima expressão, pois acolhem os mais pobres entre os pobres, pois no "mais miserável dos homens brilha a imagem de Deus”.
 
Cotolengo © 2016